Olá sou a Carina,

Especializei-me em Psicologia Clínica (Crianças, Adolescentes e Adultos); Avaliação Psicológica e Formação

Sobre mim

Sou formada em Psicologia Clínica e da Saúde – no âmbito do Mestrado Integrado em Psicologia, providenciado pela Faculdade de Psicologia e de Ciências da Educação da Universidade de Coimbra – na sub-área clínica de Psicopatologia e Psicoterapias Dinâmicas. A par, integro, como membro, a Ordem dos Psicólogos Portugueses.

Entendo ser de alguma pertinência particularizar que as linhas de orientação a que dou primazia e sobre as quais me debruço, em trabalho clínico, são de sustentação Psicodinâmica e Psicanalítica, pelo que o foco primordial de análise – meu, enquanto terapeuta e, implicitamente, da pessoa que desenvolver Relação Terapêutica comigo – será, sempre, o Sofrimento Psíquico, independentemente dos contornos que o mesmo possa assumir.
Este último aspecto será, talvez, o ponto estrutural e o mote para que eu me possa apresentar, de forma breve, ainda que absolutamente fiel ao que me norteia enquanto Psicóloga Clínica:

No que concerne à minha experiência e interesses profissionais, os mesmos têm vindo a incidir na Avaliação Psicológica e Acompanhamento Psicológico de Crianças (na vertente de consultas de Ludoterapia) e Acompanhamento Psicológico de Adolescentes e Adultos, em contexto hospitalar e clínica privada.

Em paralelo, (e retomando a questão do Sofrimento Psíquico) é de alguma relevância fazer uma breve menção ao meu particular interesse no estudo, investigação e trabalho desenvolvido na área da Psicossomática – enquanto valência do Conhecimento Psicológico que assenta na consideração de que, determinados padrões inconscientes de vivência emocional e dinâmica psíquica, poderão predispor um ser humano ao adoecimento físico.
Ainda nesse domínio, a premissa básica em que ancoro grande parte das minhas convicções profissionais e que, de resto, é transversal à grande generalidade das técnicas e modelos psicodinâmicos, é a de que a Relação (aqui entendida no seu carácter mais simples) é o núcleo duro, seja para o crescimento e desenvolvimento de qualquer ser humano, seja para o seu adoecimento ou desorganização.
Deste modo, e não perdendo de vista a questão do Sofrimento Psíquico (seja de que ordem for e com as configurações sintomatológicas que apresentar), será na criação e fortalecimento da Relação Terapêutica – ajudando a colocar “legendas” em modos de sentir e de perceber a realidade – que poderei ajudar a providenciar estados de compreensão interna cada vez mais ajustados, intuitivos e espontâneos e, em decorrência, vivências emocionais de menor estranheza e desconforto.

Marcar Consulta

Selecione a hora da sua consulta com Carina Assunção
Consultas exclusivamente online às:
– Quintas-feiras
– Sextas-feiras